sábado, 19 de julho de 2008

Oh não! Ainda mais algumas notas sobre minha alimentação!

Prometo que este será o último post do dia sobre comida (até por que acho que falei sobre tudo que me deixa pensativo sobre esse assunto atualmente). Desta vez, o tópico é salada. No Orkut, já fui membro de uma comunidade intitulada “capim é pra cavalo!”. Admito, salada tem gosto ruim. Rúcula é amarga, alface não tem gosto de nada e tomate, bem, tomate até que é gostoso. Apesar de tudo isso, sempre soube que salada é saudável e que é necessário comer um pouco por dia. Só depois de 17 ou 18 anos de vida me disciplinei a pegar salada nos bifes e restaurantes em que como. No RU, eu sempre pego um pouco, por mais medonha que seja a aparência, e como junto com o feijão e com o arroz para disfarçar o gosto. Na casa dos meus pais, como com óleo de oliva, que é muito gostoso (e bom para o coração ou algum órgão vital do corpo, dizem por aí). Aqui no meu apartamento, contudo, salada é coisa rara: quando tem, eu não pego, apodrece fácil, vai fora, e concluo que salada é dinheiro posto fora. E assim, abandono qualquer plano de ter um estoque de alface e tomate na minha geladeira.

Não descarto a possibilidade de, um dia, comprar salada em quantidade razoável para consumo próprio aqui em Porto Alegre. Mas, no momento, vou empurrando com a barriga o dia tomarei esta decisão. Acho que preciso, primeiramente, me acostumar a comer coisas saudáveis mais gostosas, como frutas, e ir gradualmente comprando capins mais agradáveis ao paladar, como tomate e beterraba, para só então partir para os extremos, como rúcula.

Aqui perto de casa tem um restaurante de comida chinesa que só serve pratos vegetarianos. É gostoso comer lá, apesar de caro. Até eu me acostumar a comer menos carne e mais salada, vou almoçando por lá e no RU.

2 comentários:

Anônimo disse...

Veja estes links sobre alimentação:

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI7883-15254,00-OS+ALIMENTOS+MAIS+SAUDAVEIS+DO+MUNDO.html

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI8290-15254,00-A+BATATA+FRITA+E+UM+PESADELO+NUTRICIONAL.html

Lady Hell disse...

Pois é, eu como "programadora sedentária", deveria comer mais salada também. Mas e a voia?

Manter estoque de salada pra quem não fica muito em casa é ruim. Não dá tempo de comer tudo, e mesmo que se arranje tempo, quando se está em casa se quer coisas mais práticas ou que fiquem em saquinhos (do tipo bolacha e salgadinhos). Vida de universitário/solteiro é complicada, hehehe