domingo, 4 de julho de 2010

A Finaleira do Semestre

Fazer faculdade é tudo de bom, especialmente se tu estudas em uma universidade graúda como a UFRGS - tu tens acesso a livros de graça aos montes através das bibliotecas, faz grandes amigos nas cadeiras, descobre festas bisonhas nos lugares mais estranhos possíveis, compra cerveja barata e conhece um monte de gente bonita e inteligente. Daí chega o final do semestre e tu te lembra por que tu entrou para a faculdade para início de conversa: aprender um ofício.

OK, talvez "aprender um ofício" seja uma maneira capitalística demais de dizer qual a função do ensino superior, além de ser também restrita demais: socializar, conhecer gente nova e se divertir são alguns dos objetivos da faculdade, mas eles são dependentes, pelo menos em parte, da parte séria dela - estudar, fazer trabalhos, fazer provas, passar nas cadeiras e eventualmente se formar e ganhar um diploma.

O grande problema do final de semestre é que ele surge subitamente. Você está lá, bem feliz, lendo seus livros, saindo com seus amigos, dando em cima daquela sua colega bonitinha, quando, de repente, você olha sua agenda e percebe que precisa fazer 5 trabalhos e estudar para 4 provas na mesma semana. Diante de tão tenebrosa missão, você calcula quanto tempo dispõe para fazer tudo de maneira organizada, saudável e que te permita continuar se divertido adequadamente, e conclui que não tem tempo pra mais porra nenhuma. Você até elabora uma escala de horários, se planeja, faz tabelas, promessas e juramentos à Santo Expedito e à Santa Rita de Cássia, e tem certeza de que, se aderir a elas, vai dar tudo certo, mas, então, acontecem duas coisas. Ou você adere, e não dá certo, ou você não adere, e não dá certo também. Por que, veja bem, só há uma coisa certa no final do semestre: você vai se ferrar por causa dele. Então, parafraseando aquele velho ditado, "em caso de prova de Neuroanatomia ou trabalho de Avaliação Psicológica, relaxe e goze!"

Não vou dizer para não se preocupar com o final de semestre, e o tsunami de responsabilidades que vem junto com ele, mas também não vou dizer para você deixar de se divertir por causa dele. Lembre-se, Deus não fez o mundo em 6 dias - ele ficou de coçação por 5 dias e ficou a madrugada inteira do sexto trabalhando. Faça você o mesmo. Agora, com licença que eu tenho mais quatro trabalhos pra entregar terça-feira...

Um comentário:

Henrique disse...

Olá, vi que você pretende ler o livro Alquimia Emocional. Você tem ele? Estou procurando ele e não acho.
Email:loro_css@hotmail.com