sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Dias de Paz, Dias de Luta

Terça-feira fui de manhã para a faculdade para conversar com a professora de Psicologia Humanista, por causa de todos os perrengues burocráticos que tive que enfrentar para cursar uma eletiva. Chegando lá, entrei na sala onde a aula estava acontecendo, e descobri que, ao contrário do que imaginara, um número considerável de pessoas, alguns deles meus colegas, haviam se matriculado nela. Eu achava que ninguém iria se interessar pelo assunto. Mas se interessaram. A professora olhou para mim e disse "olha só, teu esforço deu frutos". Lembrei-me então que fizera grande esforço para que esta eletiva saísse. Senti um certo orgulho por isso, por ter feito algo bom para meus colegas.

Pensando nisto, lembrei de outras coisas que posso fazer e que são meu dever. Até semestre passado, eu era um participante ativo do Diretório Acadêmico, o DAP, mas por muitos motivos, acabei me desiludindo e deixando ele de lado. Mas eu ainda estou envolvido com ele, com o Psiu e com a comissão de estágios. Lembrei como, apesar de frustrantes, estas duas atividades com as quais me envolvi são importantes, não para mim, mas para todos os estudantes de Psicologia da UFRGS. Isso me deu um ânimo novo para continuar lutando por elas.

Um comentário:

Lady Hell disse...

Taí uma coisa que eu curtiria fazer, mas aqui na UCS a coisa não é tão aberta assim. Tirando as panelinhas, tudo é muito burocrático e estático, ou seja, naquelas do "sempre foi assim". E os superiores geralmente não se flexibilizam à novas idéias.