quinta-feira, 20 de maio de 2010

Ensaios Evitativos - Microblogging

Eu sei que eu estou alguns meses atrasado para fazer este post, o que, em tempo de cachorro internet, equivale a anos, mas acho que ainda é válido escrever aqui sobre uma dúvida que vem me atormentando nos últimos dois dias:

Pra que serve o Twitter?

Eu tenho um Twitter, apropriadamente nomeado Blind_Swordsman, mas deixei ele inativo por quase dois meses, e voltei a usá-lo só ontem. E, entre uma tuitada e outra, eu me flagrava questionando a utilidade daquilo, ao mesmo tempo que percebia como ficar fazendo miniposts em cima de miniposts é gratificante.

Acho que o Twitter te dá uma sensação de poder: tu pensa "olha só, atualizei meu twitter 12 vezes hoje" e se sente um indivíduo produtivo. Só que, convenhamos, é a mesma sensação de poder de dar a descarga naqueles vasos sanitários com detecção de movimentos. Sabe quando eu consegui escrever doze atualizações para este blog aqui? Só uma vez, e precisei ficar acordado uma madrugada inteira para conseguir essa façanha. Com o twitter, este problema está resolvido, por que, se você fizer um tweet para cada necessidade fisiológica satisfeita, você consegue pelo menos umas 8 atualizações, e com muita facilidade pode aumentar este número com comentários a respeito da textura de suas fezes. Eu certamente consigo escrever um post inteiro para o blog falando sobre as diferentes texturas de excremento que existem por aí, mas isso dá muito mais trabalho. Com o Twitter, 140 dígitos é o máximo que você precisa para dizer "Ha! Atualizei!"

Ele também é um ótimo instrumento de evitação. Identifiquei um padrão nas minhas tuitadas: primeiro, aparece um trabalho da faculdade para fazer. Começo a fazê-lo, até que eu percebo que terminá-lo vai levar muito mais tempo, muito mais trabalho e vai ser muito mais chato do que eu calculara inicialmente. Então, eu procuro uma válvula de escape, algo que me permita fingir que não tenho nada para fazer - e é aí que eu vou pro Twitter, e faço milhares de atualizações. Depois disso, eu tomo vergonho na cara e vou fazer meu trabalho, geralmente passando uma madrugada inteira acordado, e deixo o twitter abandonado por mais alguns meses antes de aparecer outro trabalho chato para fazer. Agora que eu decidi atualizar o twitter com maior freqüência, descobri outro mecanismo de enrolação: acompanhar as atualizações alheias. Não surpreendentemente, mais gente usa o twitter da mesma maneira e na mesma hora que eu (I'm looking at you, Vane)! Então, um comenta o tweet do outro, que comenta de volta, que recebe uma tréplica, até o momento que a gente cansa de escrever frases tão curtas ou precisa trabalhar sério.

Eu imaginava que, com tão poucos dígitos para se expressar, não sairia nada de interessante, mas é justamente o contrário: eu leio coisas muito legais. Atualmente, a onda é fazer piadas com a frase "Misturei Activia", e o povo tem tiradas muito boas (ex.: "Misturei Activia com Falamansa e agora tô cagando à toa"). Ver o que teus amigos estão fazendo neste momento é realmente banal, porém não deixa de dar uma sensação de estar um pouco mais próximo deles. O Saramago disse uma vez que o Twitter é a prova de que estamos voltando à época dos grunhidos. Eu, porém, acho que o Saramago é um velho rancoroso que não gosta de nada que ele não entenda e/ou use ele próprio, característica que, junto com sua fama, lhe permite fazer declarações bombásticas que qualquer um de nós faz todos os dias, mas não tem os meios de divulgá-la por aí. Aliás, o Twitter serve para isto.

Concluíndo: o Twitter é inútil, só que é divertido. Se você é um utilitarista empedernido, fique longe dele, mas fique sabendo que diversão também tem seu uso.

3 comentários:

barbara schneider disse...

Acho que quem te motivou a voltar a usar o twitter fui eu, não fui?
Bem, vou te dizer pq, pra mim, ser ve o twitter.

Como válvula de escape entre trabalhos que eu to ficando estressada, em uns 2 minutos fico calminha e volto a trabalhar...
Pra ma atualizar... pq sigo alguns sites e blogs de design, por exemplo, que postam coisas com um conteúdo muito bom.

Pra me sentir mais próxima dos meus amigos... por mais que seja um monólogo interativo, já que muitos deles nem fazem idéia d q eu leio sempre o q escrevem e me importo com isso.

Pra acompanhar política. Ainda não o fiz, mas quero procurar canditatos que me interessem... me ajuda na hora de votar saber o q q eles andam fazendo por aí...


Pra dar gargalhada!


Pra expor o q eu to pensando quando dá vontade...


Pra participar de uma conversa tipo msn sem a menor obrigação de responder ou ver o q o outro t mandou!

e mais....

um abraço!

barbara schneider disse...

outra coisa samuel.... acho q tu devia usar para divulgar sempre os teus blogs... toda vez q tu posta... poe uma frase sobre o assunto e o link.... deve funcionar!

Lady Hell disse...

Pois é, eu uso muito mais como "desentediante" que o resto. Uso como a Barbara também, ou seja, pra me atualizar sobre as coisas que eu curto: podcasts, mundo da tecnologia e pessoas fodas, tipo o Briggs.

E se depender da gente, alegraremos muitas "timelines" nessa vida!

Abração, Samuel! Bom te ver de novo na internets!